18 de Outubro de 2017

Notícias

  • 25.02.2016

     

    13ª Sessão | O Madeira Jazz Club

    Convidado | HUMBERTO FOURNIER fundador do «Madeira Jazz Club» 

    Horário |15h30 às 16h45

    APOIO | Associação Musical e Cultural Xarabanda

    Entrada livre

  • 10.03.2016

    14ª Sessão | O Tenor Victor Costa

    Convidado | João Victor Costa (tenor, compositor, maestro e professor)

    Horário |15h30 às 16h45

    APOIO | Associação Musical e Cultural Xarabanda

    Entrada livre

     

    «Nascido em 1939, no Estreito de Câmara de Lobos, Victor Costa demonstrou desde cedo interesse pela música, tendo-se dedicado ao estudo deste domínio no Seminário Diocesano e, posteriormente, na Academia de Música e Belas Artes da Madeira, onde concluiu o Curso Superior de Canto.

    Após a conclusão dos estudos superiores na Madeira, o músico seguiu para Munique, onde estudou durante 3 anos na Escola Superior de Música desta cidade alemã, com o auxílio de uma bolsa de estudos da Fundação Calouste Gulbenkian.

  • 17.03.2016

    15ª Sessão | “Cantores Madeirenses da década de 70: Cecília Cardoso, Gabriel Cardoso e Valério Silva”

    Horário |15h30 às 16h45

    APOIO | Associação Musical e Cultural Xarabanda

    Entrada livre

     


    Disco, Rádio e Televisão – As vertentes do sucesso

        O programa “Quando o Telefone Toca” foi um dos mais emblemáticos da rádio portuguesa. Feito a pensar nas grandes audiências, acontecia no espaço nobre da noite radiofónica. A sua ação principal era passar os discos pedidos pelos ouvintes, numa época em que era pouco frequente a aquisição de material de reprodução (gira-discos), pelo custo elevado destes equipamentos. Várias rádios portuguesas tinham adaptado este formato, entre elas a Rádio Clube Português, Rádio Renascença, Rádio Peninsular, Estação Rádio da Madeira e a Rádio Alto Douro.

  • 5.5.2016

    18ª Sessão | TONY CRUZ «Recordar a Festa de Homenagem dos 30 anos de carreira»

    Horário |15h30 às 16h45

    APOIO | Associação Musical e Cultural Xarabanda

    Entrada livre

     

    O espetáculo realizou-se no Teatro Municipal do Funchal no dia 29 de Julho de 1988, com a presença do Presidente do Governo Regional da Madeira Alberto João Jardim, Secretário Regional do Turismo e Cultura, João Carlos Abreu e o Presidente da Câmara Municipal do Funchal, João Dantas. Sala cheia de amigos, conhecidos e público anónimo que nunca esqueceu o cantor das Noites da Madeira, a voz aveludada e o artista único que foi Tony Cruz.

  • 12.11.2015

     

    5ª Sessão | Ritmos, Toques e Percussão da Lusofonia Atlântica


    Músico convidado:
    Caio Oliveira (ritmos e toques do Brasil)

    Músico residente: Rui Camacho (ritmos e toques da Madeira e Portugal)


    Horário |
    15h30 às 16h45

    APOIO | Associação Musical e Cultural Xarabanda

    Entrada livre

     

    Nesta sessão de «Música Conversada» partimos dos ritmos da Música Popular Madeirense e Portuguesa executados por Rui Camacho (músico fundador do Grupo Xarabanda e da Associação Musical e Cultural Xarabanda). O Bailinho, a Mourisca e a Marcha Popular da tradição insular mas também, alguns toques e ritmos portugueses mais conhecidos. Em resposta, Caio Oliveira, executará os ritmos mais conhecidos do Brasil, com especial destaque para o Chorinho, a Marcha Brasileira (dobrado), o Samba, a Bossa Nova, a Lambada, o Forró, entre tantos outros.

  •  

    19.11.2015

     

    6ª Sessão | Recital de Viola “A Day in Madeira” com Vítor Sardinha

    Repertório | Light Classics - Brazilian Music and Songs

    Horário |15h30 às 16h45

    APOIO | Associação Musical e Cultural Xarabanda

    Entrada livre

     

     

    Um repertório, um contexto!               

    O Funchal assumiu-se enquanto cidade turística a partir do século XIX. Cidade virada ao mar, ponto de passagem para muitos destinos, foi também desde logo porto de abrigo (um descanso temporário para quem chegava do mar), mas também para todos aqueles que procuravam os ares das serras da Madeira para a cura da tuberculose. A baixa da cidade encerrava os principais hotéis que se estendiam depois, com a ajuda da linha do comboio até ao Monte. Destacavam-se entre os Hotéis: o Reid’s Palace Hotel, o Royal Hotel, o Grand Hotel Central, o Hotel Bella Vista e no Monte os Hotéis Reid’s Mount Hotel, o Monte Palace Hotel e o Hotel Belmonte.

  • 26.11.2015

     

    7ª Sessão | «ORQUESTRA DE CÂMARA DA MADEIRA» - Os Músicos Fundadores (com Elmano Gomes, Agostinho Henriques e João Figueira Quintal)

    Horário |15h30 às 16h45

    APOIO | Associação Musical e Cultural Xarabanda

    Entrada livre

     

    A sétima sessão de "Música Conversada" explorará a «ORQUESTRA DE CÂMARA DA MADEIRA» - Os Músicos Fundadores, contando com a participação de Elmano Gomes, Agostinho Henriques e João Figueira Quintal.

    Em 1943, a recém-criada Sociedade de Concertos da Madeira promoveu a constituição de uma primeira orquestra no séc. XX, a Grande Orquestra de Amadores de Música da Madeira. Esta era constituída por músicos residentes na Madeira, englobando portugueses e estrangeiros.

  •  03.12.2015

    8ª Sessão | “Celso Rodrigues e as Noites Musicais no Madeira Hilton Hotel
    Horário |15h30 às 16h45
    APOIO | Associação Musical e Cultural Xarabanda

    Entrada livre

    Na próxima sessão de “Música Conversada” iremos conhecer o músico Celso Rodrigues que foi um dos mais requisitados instrumentistas dos hotéis madeirenses. Começou a sua aprendizagem em 1954 como autodidata. O piano foi o instrumento da sua escolha tendo já em 1962, constituído o seu primeiro grupo, os «Atómicos».   
  • 10.12.2015

     

    9ª Sessão | O FESTIVAL DA CANÇÃO DO FAIAL (1979) – Um ato de descentralização cultural

    Horário |15h30 às 16h45

    APOIO | Associação Musical e Cultural Xarabanda

    Entrada livre

     

    O Festival da Canção do Faial teve a sua primeira edição em 1979. Único no género na Região, assumiu uma segunda componente extremamente importante: a descentralização efetiva da cultura. O grande obreiro e mentor da associação e deste festival foi o professor Paulo Barcelos, natural do Faial e a trabalhar numa escola secundária do Funchal. A ideia era realizar um concurso de canções, com letra e música originais, selecionadas anteriormente por um júri e levá-las ao palco, no adro da Igreja da freguesia do Faial.

  • 17.12.2015

     

    10ª Sessão | A MÚSICA NO CICLO DO NATAL TRADICIONAL MADEIRENSE

    Horário |15h30 às 16h45

    APOIO | Associação Musical e Cultural Xarabanda

    Entrada livre

     

    A Festa, como chamam os madeirenses ao Natal, ocupa a vida dos insulares desde o início de Dezembro até ao dia de Reis (havendo zonas como a Ponta do Sol e o Campanário que o prolongam até Janeiro e Fevereiro). Com a Festa do Natal chegam os cânticos e as melodias populares e tradicionais que todos conhecem.