29 de Junho de 2016
  • 22.6.2016

    20ª Sessão | Luís Filipe Aguiar

    Horário |15h30 às 16h45

    APOIO | Associação Musical e Cultural Xarabanda

    Entrada livre

     

     

    O madeirense Luís Filipe Aguiar foi provavelmente, o único músico português do séc. XX, a cumprir sete diferentes funções na indústria musical e na música nacional: músico, cantor, compositor, arranjista (e direcção musical), produtor musical, produtor de conteúdos musicais para televisão (RTP. Sic e TVI, entre programas, telenovelas e publicidade) e representante da Sociedade Portuguesa de Autores. Produziu cantores como, Teresa Maiúko, Ana, Cazanova, Nucha, Marina Mota, Pedro e Henrique Feist, Ágata, Grupo Aura, entre outros. Gravou no seu estúdio, Data-Música, muitos dos nomes mais importantes do panorama musical português, como os registados no projeto Pirilampo Mágico de 1993 e 1994, que incluem Paulo de Carvalho, Dulce Pontes, Sara Tavares, Paco Bandeira, Anabela, Carlos Guilherme, Luís Represas, Alexandra, Isabel Campelo, Dina, Nucha ou Toy.

  • Museus. Paisagens Culturais é o tema do Boletim nº 12 do MQC para 2016, enquadrado nas comemorações do Dia Internacional dos Museus que pretende, este ano, sensibilizar as comunidades internacionais, nacionais e regionais para o debate e a reflexão contínua sobre a importância da instituição e função museal, ela própria depositária de testemunhos, de representações e de vivências do nosso passado que em confronto com o novo olhar daqueles que hoje as observam, as interpretam e as reinventam, tornam-se memórias vivas, perpetuando assim o seu sentimento cultural identitário.

  • A 18 de maio de 2016 celebrou-se, no Museu Quinta das Cruzes, o Dia Internacional dos Museus, cujo tema proposto pelo ICOM centrou-se na reflexão sobre “Museus, Paisagens Culturais”.

  • No passado sábado, dia 21 de maio, o Museu Quinta das Cruzes participou na 12ª edição da Noite Europeia dos Museus, iniciativa criada em 2004, pelo Ministério da Cultura e Comunicação Francês, com a abertura do museu em horário prolongado (19h00 às 0h00) e com entradas gratuitas.

  • O Museu Quinta das Cruzes foi distinguido com o Selo de Excelência "Best Of Madeira 2015", na categoria “Best Places to Visit”.